Voltar às Manchetes                                                                                                   Clique na foto e veja a cidade de vários ângulos

 

   

URI – CAMPUS DE ERECHIM

 

Semana da Farmácia: polêmica e atual


Evento reúne Jornada de Estudos, Farmafeira e Mostra Científica

Começou na manhã desta segunda-feira, dia 31 de maio, a Jornada de Estudos Farmacêuticos do Curso de Farmácia da URI (Universidade Regional do Alto Uruguai e das Missões) – Campus de Erechim, no Salão de Atos da Instituição. O evento contou com a presença de autoridades acadêmicas, profissionais da área, acadêmicos e convidados.

No início da manhã o Coral do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) da Prefeitura de Erechim, emocionou a platéia com sua apresentação cultural. Muitas das crianças que se apresentaram são atendidas também pela Universidade, em projetos importantes como o de combate à anemia infantil.

Em seguida, três importantes conferencistas promoveram o debate sobre a ética e as perspectivas na profissão farmacêutica numa mesa redonda que contou com acalorada participação.

O presidente do Conselho Regional de Farmácia, farmacêutico, escritor e professor Arnaldo Zubioli, trata a ética como caminho para a realização do ser humano e a coloca como exigência de humanismo e crescimento, o que para ele, constitui regra mínima no que diz respeito aos direitos e obrigações de saúde.

A secretária geral do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul, Silvia Czermainski, representando a direção da entidade, destacou que a profissão do farmacêutico apresenta boas perspectivas, especialmente com as propostas de fortalecimento do Sistema Único de Saúde e as políticas industriais para medicamentos. A criatividade e a competência são desafios a serem enfrentados pelos futuros profissionais que hoje inserem-se num contexto mais amplo que clama por melhorias.

Também com esse propósito está a proposta de descentralização do Conselho Regional de Farmácia/RS, defendida pelo farmacêutico erechinense José Francisco Barros, que pede uma atuação maior e mais direta da fiscalização sobre os estabelecimentos farmacêuticos. Francisco assinala como opções para resolver essa deficiência, a formação de um núcleo para o Alto Uruguai ou uma cobertura mais eficaz do núcleo de Passo Fundo, ao qual a região pertence.

À tarde foi a vez da doutora Carmen Pilla, do Hospital das Clínicas de Porto Alegre falar sobre as novas perspectivas das análises clínicas e o farmacêutico generalista. Carmen disse que quem quer estudar análises deve seguir na carreira universitária e lutar para ser o melhor. “A preparação não acaba com a formatura, começa com a formatura”, disse ela.

Ontem ainda foi aberta a 4ª Mostra Científica e a 5ª Farmafeira. A exposição da Farmafeira reúne importantes informações sobre o mundo dos farmacêuticos num espaço amplo e moderno numa lona erguida no pátio da Universidade com 100m2 de muito conhecimento. A Mostra científica fica localizada na entrada do Salão de Atos, lugar onde se realizam as conferências.

A Semana Acadêmica continua até sexta-feira, dia 4 de junho, numa jornada de intensos estudos farmacêuticos sobre o que tem de mais polêmico e atual nessa área da saúde. 

Informações: 520 9000 ou www.uricer.edu.br.

 

4ª Mostra Científica: acadêmicos expõem conhecimento produzido no Campus

 

 

 

 

5ª Farmafeira: lona de 100m2 abriga exposição no pátio da Universidade

 

FOTOS: CÁSCIA BERTICELLI

 

31.05.2004

_______________________________ 
Fonte: Cáscia Berticelli
 Assessoria de Comunicação e Eventos da URI - Campus de Erechim

 

 

 

Design by Meirelles & Piccoli Publicidade - Fone (54) 321-6226


Copyright© 2004 - Meirelles & Piccoli Corp.
Todos os direitos reservados (All Rights Reserved)