Voltar às Manchetes                                                                                                   Clique na foto e veja a cidade de vários ângulos

 

 

URI – CAMPUS DE ERECHIM

Parceria com o Sicredi resgata cidadania através do cooperativismo

As lideranças do ‘Programa União Faz a Vida’ voltam a se reunir no próximo dia 31 de março para preparar as atividades que serão desenvolvidas na região do Alto Uruguai ainda para este ano. Parceiros da iniciativa, a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Erechim e o Sicredi trabalham há um ano na atividade solidária que já atende atualmente as populações de cinco municípios.

O programa Educação como fator de desenvolvimento da cidadania. Nenhum outro conceito poderia delimitar tão bem os fundamentos que levaram à instituição do ‘Programa A União Faz a Vida’, idealizado para atender a muitas comunidades, respeitando as diferentes realidades regionais e sem perder a sua identidade.

Centrado no desenvolvimento dos conceitos de cidadania, o Programa tem como alvo a educação infantil e o ensino fundamental nas comunidades onde o Sicredi está presente, aprimorando a sua relação com as populações, ampliando a divulgação dos princípios cooperativistas, construindo de forma sólida e abrangente um novo conceito de cidadania e, através deste, desenvolvendo a qualidade de vida das pessoas. O principal objetivo do ‘Programa A União Faz a Vida’ é a qualificação do ser humano através do resgate da cidadania, idéia esta difundida e embasada na educação cooperativista.

A parceria A proposta de educação cooperativa na região do Alto Uruguai gaúcho é promovida pelo Sicredi e pela URI – Campus de Erechim, através do Centro de Extensão (CETEX) e do Curso de Pedagogia, que há um ano se dedicam à formação de cidadãos engajados em um ambiente de cooperação e integração com a comunidade.

Os alunos integrantes vivenciam os princípios do cooperativismo, dentre os quais, destacam-se: a intercooperação, a educação, a formação, a informação e o interesse pela comunidade, com o objetivo de buscar o comprometimento social e o resgate da cidadania.

Na região, cinco municípios já aderiram ao Programa: Aratiba, Erval Grande, Benjamin Constant do Sul, Centenário e Áurea, com a participação de mais de 5 mil pessoas. Em todo Estado são mais de 70 mil pessoas envolvidas no processo, distribuídas em mais de 60 municípios.

O foco As diretrizes do Programa são discutidas através de reuniões interuniversitárias, fóruns regionais e encontros estaduais de coordenadores e parceiros locais. Eles avaliam e planejam ações que devem ser socializadas para difusão do conhecimento.

Entre as atividades desenvolvidas pelas crianças, destacam-se o embelezamento da escola, quando elas cuidam do jardim e realizam ações que tornam seu local de estudo mais bonito e agradável, e o cultivo de hortas escolares: as crianças aprendem a plantar, cultivar, colher e usufruir do fruto do seu próprio trabalho. Ações de conscientização do meio ambiente incluem coleta e seleção de lixo, reciclagem de papel, limpeza e preservação dos recursos naturais.

Os benefícios A cooperativa escolar – como é chamada essa instituição democrática, de cunho educativo e econômico, formada pelos alunos do Programa – busca incentivar o espírito cooperativista, fundamentando suas ações em valores de ajuda mútua, responsabilidade e solidariedade.

Este conjunto de conceitos, valores e atividades, traduz-se em maior integração entre escolas, pais e comunidade. Como resultado desta sintonia, encontramos benefícios globais para as comunidades, refletidos em um aumento da motivação de alunos e professores, diminuição da repetência escolar, melhorias das condições físicas das escolas e, acima de tudo, a formação de cidadãos com sólidos valores em termos de consciência ambiental, cooperação, vida e integração com a sociedade.

A proposta metodológica para construção do conhecimento é realizada a partir de módulos. Cada município elege suas prioridades de acordo com suas necessidades. Os coordenadores locais, juntamente com os parceiros, avaliam e planejam as atividades. Veja quais são os módulos de conhecimento que estão disponíveis para serem executados pelos profissionais da URI – Campus de Erechim:

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: preocupação com a vida;

LÍNGUA PORTUGUESA: comunicação e interação;

LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA: dialogando com outros povos;

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS: tentativa de entender a natureza;

MATEMÁTICA: instrumento do dia-a-dia;

ESTUDOS SOCIAIS: história e cotidiano;

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: imaginação, criatividade e construção;

EDUCAÇÃO FÍSICA: o corpo em movimento;

ENSINO RELIGIOSO: o sentido da vida:

COOPERATIVISMO E INFORMÁTICA: desafios do desenvolvimento tecnológico;

HISTÓRIA DO DIREITO COOPERATIVO BRASILEIRO: cidadania amparada;

COOPERATIVAS ESCOLARES: exercício de solidariedade.

 

   Durante o mês de fevereiro, os coordenadores realizaram o planejamento para 2004. O encontro teve lugar no Plenarinho da URI – Campus de Erechim   

 

 

   População de Centenário já recebeu a visita da abelhinha do cooperativismo   

 

Fotos: Arquivo Cetex e Cáscia Berticelli

 

04.03.2004

_______________________________ 
Fonte: Cáscia Berticelli
 Assessoria de Comunicação e Eventos da URI - Campus de Erechim

 

 

 

Design by Meirelles & Piccoli Publicidade - Fone (54) 321-6226


Copyright© 2004 - Meirelles & Piccoli Corp.
Todos os direitos reservados (All Rights Reserved)