Voltar às Manchetes                                                                                                   Clique na foto e veja a cidade de vários ângulos

 

GRANDE FRONTEIRA DO MERCOSUL

Solicitada liberação de mais de R$ 10 milhões para implantar e modernizar pequenas unidades agroindustriais na Mesorregião

 O presidente do Fórum da Mesorregião Grande Fronteira do Mercosul – GFM -, professor Zeferino Perin, acompanhado de membros de sua Diretoria, esteve no Ministério da Integração, em Brasília, nesta semana, solicitando a liberação de mais de R$ 10 milhões para dar continuidade ao projeto de fortalecimento e modernização das agroindústrias familiares já existentes na área dos 415 municípios da Mesorregião, bem como a implantação de novas unidades. Ele foi recebido pelo Secretário Nacional de Políticas de Desenvolvimento Regional do Ministério, Carlos Augusto Grabois Gadelha.

A liberação destes valores deverá acontecer com recursos orçamentários do exercício de 2004 e beneficiará as cadeias produtivas de leite, carnes e vegetais. A alocação destes recursos é conseqüência do trabalho do Fórum para dar continuidade ao Programa das Mesorregiões, incluindo-o no PPA Nacional e conseqüentemente nos orçamentos gerais da União de cada exercício orçamentário. O Fórum da Mesorregião GFM foi o primeiro a apresentar projeto para a liberação dos recursos do exercício de 2004.

O Secretário Gadelha recebeu muito bem o projeto, orçado em R$ 11.582.240,00 – sendo R$ 10 milhões proveniente do Ministério e o restante de contrapartida - , afirmando que o Ministério considera esta Mesorregião como referência nacional. Ele continuou dizendo que o Ministério tem todo o interesse em apoiar o projeto apresentado para dar continuidade a uma atividade que já está em andamento e, principalmente, por ser um projeto de impacto significativo na geração de emprego e renda e pela abrangência regional, uma vez que somado ao projeto de mesma natureza já em execução, poderá beneficiar aproximadamente 250 municípios, ou seja, mais da metade dos 415 municípios que compõem a Mesorregião.

O deputado Augusto Nardes, também presente na audiência, disse que, tendo exercido a coordenação da bancada gaúcha em diversas oportunidades, iria usar de sua experiência e trabalhar para que a emenda de caráter regional já aprovada, no valor de R$ 4 milhões para toda a Mesorregião, também seja aplicada na ampliação das metas do projeto aumentando sua abrangência e impacto.

MUNICÍPIOS DO CREDENOR SERÃO BENEFICIADOS

O projeto, que deverá ser executado num período de 18 meses a partir de junho, prevê a implantação de pelo menos 45 novas unidades agroindustriais e o fortalecimento de 192 unidades já existentes. Esta ação visa gerar emprego e renda mediante o fortalecimento da agricultura familiar na Mesorregião GFM, fortalecer a identidade comunitária e regional, bem como a cultura associativista e cooperativa. Além disso, visa aproveitar o potencial regional de mão de obra, matéria prima e tecnologias apropriadas. No Rio Grande do Sul serão implantadas 31 novas unidades, sendo quatro na área do Credenor. Oitenta e seis pequenas agroindústrias já existentes serão fortalecidas e modernizadas no Estado, sendo 11 na área do Credenor.

Segundo o presidente do Fórum da Mesorregião GFM, professor Zeferino Perin, o projeto busca melhorar a capacidade gerencial das agroindústrias já implantadas, equacionando aspectos legais para adequar as unidades à Inspeção Estadual. Ele diz, também, que serão adquiridos equipamentos para a implantação e modernização de unidades agroindustriais, assim como está nos objetivos do projeto capacitar tecnicamente os agentes para melhorar a qualidade dos produtos, organizar a situação de comercialização dos mesmos e elaborar e implementar um plano de marketing e de distribuição dos produtos.

Com a implantação das 45 novas agroindústrias familiares deverão ser gerados  270 novos empregos diretos e 810 indiretos, totalizando 1.080 empregos, com giro financeiro mensal de R$ 205.200,00 e anual de R$ 2.642.400,00. Na segunda meta do projeto, que visa o fortalecimento e modernização de 192 unidades, haverá a consolidação de 1.152 empregos diretos e 3.456 empregos indiretos, com giro financeiro mensal de R$ 760.320,00 e anual de R$ 9.123.840,00.

Zeferino Perin explica que o grande objetivo do Programa é o desenvolvimento integrado e sustentável da Mesorregião GFM, que possui como principais alvos estratégicos a recuperação do Meio Ambiente com utilização racional dos recursos naturais, o desenvolvimento da Mesorregião com inclusão social e o reposicionamento do padrão de desenvolvimento da Meso, equivalente ao patamar médio da Macro Região Sul do País. Todas estas propostas visam a melhoria da qualidade de vida da população e, conseqüentemente, uma convivência harmônica entre as pessoas e o meio ambiente.

 

Presidente do Fórum, Zeferino Perin (centro), levou reivindicação ao Ministério da Integração

 

18.02.2004

_______________________________ 
Fonte: CopyDesk
 Assessoria de Comunicação

 

 

Design by Meirelles & Piccoli Publicidade - Fone (54) 321-6226


Copyright© 2002 - Meirelles & Piccoli Corp.
Todos os direitos reservados (All Rights Reserved)